São José do Rio Claro (MT), 06 de abril de 2020 - 02:29

? ºC São José do Rio Claro - MT

Política

12/03/2020 18:47

Pros-MT lançou a candidata Gisela Simona ao Senado

O Pros-MT lançou a candidata Gisela Simona ao Senado nesta manhã de quinta-feira (12), mas os nomes para suplentes ainda são incertos. A diretoria geral do partido disse que aguardará até o último minuto para o fechamento da ata, enquanto isso, apenas a superintendente do Procon estadual começou a campanha. Ela começou criticando os oponentes, chamando-os de velha política e barões do agro.

Durante o discurso emocionado, ainda sobrou tempo para dizer que muitos estão disputando sem respeitar seus eleitores, que os elegeram para ficar quatro anos no cargo. Mas, insisitem por mais poder.
“Nossa crítica não é ao agronegócio, mas aos barões. Que não deixam essa riqueza de nossa estado seja divida. A nossa briga, a nossa crítica é pela desigualdade social. O nosso projeto é coletivo. A maioria das candidaturas postas aí tiveram um voto de confiança há pouco mais de um ano, hora pra ser deputado federal, hora pra ser vice-governador, hora pra ser deputado estadual, e mesmo assim, tendo esse compromisso com a população de exercer o mandato, já se colocam aí numa nova disputa”, criticou Simona.

A candidata ainda lembrou que o projeto de melhorar Mato Grosso é um projeto macro, não apenas de uma categoria. A candidata, agora já aprovada em convenção, disse que pessoas como o vice-governador Otaviano Pivetta, ex-governador Júlio Campos, ex-vice governador Carlos Fávaro e outros que já possuem mandato, querem o poder pelo poder. Não para representar.
“Nosso sentimento de mudança é necessário. Precisamos tirar aqueles representantes que são só figurantes e que só querem poder pelo poder. Tem candidato aí que está no primeiro ano de mandato, é inadmissível que todos queiram ser senador. Pra que isso? É o poder pelo poder. Eu não tenho cargo, sou apenas uma cidadã inconformada com a situação da política de Mato Grosso. Não tenho uma conta milionária, mas sou uma pessoa de coração grande e cabeça cheia de sonhos”, completou a candidata.

Gisela, por hora, é a segunda mulher entre os candidatos ao Senado, na vaga suplementar que será disputada em abril deste ano. Pelo Pros, ela usará o número 900, para pedir voto. O primeiro nome para a suplência seria do coronel Jorge Luiz, ex-comandante da Polícia Militar de Mato Grosso, que durante a convenção, ligou para um dos dirigentes do partidos e recuou do compromisso. 


Mega Notícias

Mega Notícias tem como objetivo primeiro o de Informar com ética, isenção e profissionalismo tudo o que acontece.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo