São José do Rio Claro (MT), 13 de abril de 2021 - 16:44

? ºC São José do Rio Claro - MT

Geral

CenarioMT 23/03/2021 11:37 contra restrições do comércio, Sorriso entra sozinho na Justiça porque os demais municípios optaram por acatar o decreto.

Prefeito de Sorriso participa de protesto junto com comerciantes contra lockdown

 Ontem, segunda-feira (22), o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (PSD), participou de um protesto organizado pelos comerciantes do município. O grupo formado por comerciantes que são do setor de bares, restaurantes e simulares, e são contra as medidas restritivas no Estado, que foram prorrogadas por mais 15, como medida de prevenção ao novo coronavírus.

Os manifestantes protestaram pela avenida Natalino Brescansin, eles foram escoltado pela Guarda Municipal, com apoio do prefeito Ari Lafin que percorreu, em passeata, na principal avenida da cidade.

O movimento foi organizado pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), ACES (Associação Comercial e Empresarial de Sorriso), Sindicato Rural entre outras entidades.

Ainda pela manhã, o chefe do Executivo municipal afirmou em entrevista coletiva para jornais locais, que entrará com ação judicial contra as medidas de restrição impostas no decreto estadual.

O governador prorrogou por mais 15 dias as medidas restritivas – como toque de recolher e funcionamento do comércio até às 19h – em todo o estado de Mato Grosso. As regras continuarão válidas até o dia 4 de abril.

Sorriso está classificadas na categoria de risco alto para a contaminação do coronavírus.

Segundo o prefeito na última quinta-feira (18), o município fez a última tentativa de viabilizar a flexibilização junto ao governador. “Levamos uma carta aberta da sociedade civil organizada e pedimos que as atividades pudessem ser mantidas até às 22 horas, atendendo às regras do plano de contingência, e o toque de recolher; também solicitamos que o toque de recolher que hoje inicia  às 21 horas passe para às 23 horas”.

O prefeito pontua que não acredita que ou lockdown ou a antecipação de feriados seja a solução, pois as pessoas irão aglomerar em chácaras, casas e até mesmo viajar. “Penso que estamos ainda vivendo o reflexo do fim de ano e Natal quando houve sim aglomerações”, pontua. Segundo ele, o município entende também o cansaço dos profissionais da saúde, por isso, pede apoio à população para continuar com as medidas protetivas como o distanciamento social, a máscara e o uso do álcool 70º.

 Ari frisa que Sorriso entrará sozinho na Justiça porque os demais municípios optaram por acatar o decreto. “Mas nós vamos continuar lutando porque acreditamos que é necessário olhar por regiões essa situação”, relata. O prefeito lembra que o município tem investido no tratamento precoce desde o início da pandemia, inclusive com a disponibilização do Hospital de Campanha que fica aberto 24 horas.

Mega Notícias

Mega Notícias tem como objetivo primeiro o de Informar com ética, isenção e profissionalismo tudo o que acontece.

Redes Sociais

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo