São José do Rio Claro (MT), 06 de abril de 2020 - 02:10

? ºC São José do Rio Claro - MT

Geral

23/03/2020 14:30

Médico explica como se prevenir e o que fazer em caso de suspeita - passo a passo

População deve seguir regras e recomendações dos protocolos

Uma das medidas importantes para conter o avanço do coronavírus, que está sendo disseminado rapidamente por todo país é, evitar aglomeração de pessoas em pequenos, médios e e grandes grupos. Outro método eficaz e a higiene básica das mãos, ação indispensável que deve ser feita diariamente pelas pessoas, principalmente, quando houver contato com superfícies que tenham grande rotatividade de pessoas: transporte público, corrimão de escadas, caixas eletronicos dos Bancos e outros.

As recomendações foram explicadas pelo médico infectologista Abdon Salam Khaled Karhawl, que é professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e membro do Gabinete de Situação do Governo de Mato Grosso, durante encontro realizado na final da tarde desta quarta (18), no Palácio Paiaguás que discutiu as tratativas de contenção e avanço do Coronavírus no Estado.

“Estamos numa fase de pandemia que todos já conhecem, pois o coronavírus já disseminou para vários países. Infelizmente, vamos ter que viver essa epidemia, o controle deste tipo de infecção é muito difícil, mas o Brasil esta tomando condutas técnicas muito adequada diante de todo este contexto”, afirmou o médico.

Ainda de acordo com as recomendações do infectologista, pessoas que estejam infectadas com um simples resfriado e apresentam algum tipo de sintoma deve adotar medidas de restrição para evitar que gotículas de saliva não contamine outras indivíduos.

“Se a pessoa tiver alguma situação de crise respiratória que tenha tosse, deve tentar ao máximo se proteger para não espalhar isso para outras pessoas. É importante ficar restrita em casa, realizar a lavagem das mãos com água e sabão, pois essa ferramenta reduz o contágio viral”, explicou.

Na ocasião, o médico destacou que lavar as mãos com água e sabão é 100% eficaz e, que a população não deve ficar preocupada caso não tenha o álcool gel 70%, pois “a falta de álcool não vai mudar o cenário de risco pra gente, se vocês fizerem a higiene adequada com a lavagem das mãos com água e sabão, isso vai ajudar, não fiquem desesperados por não ter álcool gel”, afirmou o médico.

O que fazer em caso de suspeita de coronavírus?

Os pacientes que tiveram o resultado confirmado de coronavírus apresentaram os mesmos sintomas: febre, tosse seca e falta de ar. Além disso, outros sintomas como congestão nasal, coriza, dor de garganta, fadiga, cansaço e até diarreia devem ser observados. Por isso, pessoas que chegaram de viagens e tiveram contato com pessoas infectadas, devem procurar as unidades básicas de saúde para realizar o exame que vai confirmar o diagnóstico. Por enquanto, não existe um tratamento específico para infecções causadas por coronavírus. O Ministério da Saúde indica repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, com antitérmicos e analgésicos.


Mega Notícias

Mega Notícias tem como objetivo primeiro o de Informar com ética, isenção e profissionalismo tudo o que acontece.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo